quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Ela... Ela!

Ela sabia esxatamente o que (ou quem) a deixava com um frio na barriga, o que (ou quem) a deixava feliz.
Ela era meio esquisita se cmparada a outras pessoas; por vezes ela pensou que seria melhor mudar, mas logo esse pensmento se perdia, o importante para ela era se sentir completa.
Quando necessário ela se fazia de menina, doce e frágil; mas tambem se fazia de mulher, forte e decidida. (O que mais a agrada é ser forte e decidida).
Ela é assim, ela.

6 comentários:

Fran.ciellen :) disse...

Ela tem que saber que só ela mesma pode fazê-la feliz como ela merece!



:D :D
que saudade de você, minha Moreno. ♥

Liza disse...

E quem não é estranho, se comparado ao resto? Todos somos diferentes, e são essas diferenças que fazem as pessoas tão interessantes ;)
:*

Gabriela S. * disse...

ADOREI,bem legal a postagem
Parabéns pelo blog.
Postei coisa nova no meu se quizer da uma olhada.
BEIJOS E SUCESSO

gabyzinhastar disse...

Gostei.
Ela simplesmente é... Ela.

Beijos

Jaki Candido disse...

ameeeeeeeeeeei *-*

Corrinha Rodrigues disse...

Porque o que ela é em essência, não muda.

Adorei.